Friozinho chegando? Saiba cinco dicas de manter a sua pele saudável

   


Pele ressecada, manchas e perda de hidratação, como evitar?


Estamos chegando no fim de maio e só tem uma coisa passando pela cabeça do brasiliense: o frio. As previsões mostram que devemos ter mínimas em torno de 10º. E com o frio ainda temos o tempo seco, que apresenta baixos índices de umidade. Por isso, a esteticista Clarissa Dias separou cinco dicas preciosas para manter a pele do rosto e corpo bem cuidadas.

“Os sintomas mais recorrentes que as temperaturas baixas e o tempo seco acarretam na gente são: pele ressecada, surgimento de manchas e melasma, perda de hidratação e dermatite. Mas podemos evitá-los com atitudes simples”, explicou Clarissa Dias.

Protetor solar

A primeira dica é a utilização do protetor solar. Segundo a esteticista, é muito comum as pessoas esquecerem de usar o protetor neste período, pois fica mais frio e nublado. Mas isso é um engano, porque as luzes artificiais, como as de televisão, computador e celular também mancham e muito a pele do rosto.

“Além de manchar a nossa pele, quando não usamos o protetor solar deixamos de fazer a proteção contra o câncer de pele. Então recomendo a utilização de um protetor solar fator de proteção de no mínimo 30 e usar mesmo em dias chuvosos e, inclusive, aqueles que não não for sair de casa”, afirmou.

Hidratante

A dica número dois é sobre o uso de hidratante. Clarissa recomenda a utilização de um específico para o rosto e outro para a pele do corpo. É importante lembrar que o uso tem que ser de acordo com o tipo de pele, se é mais seca, sensível ou oleosa, por exemplo. É fundamental identificar o perfil da pele e usar o produto adequado para ela. Assim, não se hidrata demais uma pele não precisa e nem deixa hidratar uma pele seca que requer mais cuidados

“Ressalto ainda que as peles oleosas e acneicas necessitam sim de hidratação. Muita gente pensa, 'ah mas se eu for hidratar vou produzir ainda mais oleosidade’. Quando na verdade, essa produção excessiva de óleo feita pelo nosso organismo não é sinônimo de hidratação, é apenas produção de sebo mesmo”, ressaltou.

Banho quente

É muito comum que no período frio façamos o uso de banhos quentes e demorados, mas eles devem ser evitados.

“As altas temperaturas da água acabam removendo a oleosidade natural da pele e pode causar irritação e coceira e em casos mais graves, o agravamento de quadros clínicos de pessoas que possuem dermatites”, explicou.

Cuidado com as extremidades do corpo

Cotovelos, joelhos, calcanhares são áreas do corpo que produzem menos oleosidade e por isso, acabam se tornando mais vulneráveis aos danos causados pelo frio, como rachaduras.

“Uma dica incrível é usar aquele creme Nívea da latinha azul. Ele é excelente para essas áreas pois deixa bem umectado”

Ingestão de água

No período do frio a ingestão de água diminui muito, pois não se sente muita necessidade. Mas é exatamente ela quem ajuda o corpo a filtrar toxinas, auxiliar no processo digestivo e potencializar processos de perda de gordura.

“Além disso, a água ajuda, e muito, no combate às acnes, celulites e estrias”, finalizou Clarissa Dias.

Para saber mais dicas siga a Clarissa nas redes sociais: @clarissadias.academy

Postar um comentário

0 Comentários