Plano de Gestão de Mendanha vai contemplar políticas públicas para auxiliar trabalho dos Conselhos Tutelares de Goiás



Interessados em ter a atenção do governo estadual, os conselheiros tutelares de seis regiões de Goiânia pediram que o pré-candidato ao governo de Goiás, Gustavo Mendanha (Patriota), inclua o Conselho Tutelar em seu Plano de Gestão. "Nunca nenhum governo nos deu voz e nós queremos participar", pediu o conselheiro Carlinhos Júnior

Fotos: Simony Santos.

A reunião foi organizada pelo presidente da Câmara Municipal de Goiânia, Romário Policarpo (Patriota), na tarde desta quinta-feira (19).

"Queremos ter voz no plano de governo do Estado. É necessário que o Governador dê atenção. Hoje não temos a atenção que merecemos", disse Carlinhos.

Mendanha se comprometeu, caso eleito, a se reunir no início do mandato com os conselheiros no Palácio das Esmeraldas para desenvolver ações conjuntas.

Da reunião surgiu o grupo de trabalho que conta com a participação de técnicos que estão construindo o plano de gestão e os conselheiros tutelares, conforme foi proposto pelo ex-prefeito de Aparecida.

"Eu faço política por amor às pessoas e quero fazer uma gestão para que possamos cuidar e proteger de quem mais precisa, desde a 1ª infância até a vida adulta. Para isso, preciso de vocês", afirmou o pré-candidato.

Os conselheiros tutelares citaram ainda os desafios enfrentados pela categoria, principalmente por falta de estrutura, sem a devida atenção do governo estadual.

Postar um comentário

0 Comentários