Prefeitura de Goiânia continua a contratar médicos para unidades de atenção primária da capital

Contratação, por meio do Edital de Chamamento Público nº 002/2021, prevê início imediato das atividades de médicos generalistas nas Unidades Básicas de Saúde e Unidades de Saúde da Família. Para contratos de 20 horas semanais, o salário é de R$ 6.925,00, e de 40 horas chega a R$13.850,00. "Esses profissionais vão reforçar atendimento na rede de atenção primária, que é a porta de entrada do SUS", afirma prefeito Rogério Cruz

Foto: Facebook.

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), continua a contratar médicos para as unidades da rede de atenção primária do município. O credenciamento, por meio do Edital de Chamamento Público nº 002/2021, se destina à contratação de médicos generalistas, com carga horária de 20h semanais, para atuar nas Unidades Básicas de Saúde (UBS), e médicos para as Unidades de Saúde da Família (USF), com carga horária de 40h.

O salário para a carga horária de 20 horas semanais é de R$6.925,00, e o de 40 horas chega a R$13.850,00. Os interessados podem ou não estar vinculados ao Sistema Único de Saúde (SUS), e serão chamados conforme necessidade do município. "Esses profissionais vão reforçar o atendimento na rede de atenção primária, que é a porta de entrada do SUS", afirma o prefeito Rogério Cruz.

"O contrato tem validade de dois anos, mas pode ser prorrogado por mais dois", informa o secretário municipal de Saúde, Durval Pedroso, que reforça a importância dos médicos da atenção primária. "São eles os responsáveis pelo início dessa engrenagem tão fantástica que é o sistema integrado e universal do SUS".

A documentação necessária para o agendamento está no edital, e deve ser apresentada na Gerência de Contratos, Convênios e Credenciamento da SMS, Bloco D, 2º Andar, Sala 16 do Paço Municipal, das 08h às 18h.  

Confira os locais e horários onde há pediatras na atenção primária(https://saude.goiania.go.gov.br/lista-de-unidades-de-atendimento-pediatrico-pronto-atendimento-adulto-e-unidades-atencao-basicas/)

Postar um comentário

0 Comentários