Pequenos, médio e grandes empresários agradecem trabalho de Ibaneis pela economia

0


Em visita à Taguatinga, Ibaneis Rocha listou medidas do governo, como o fim da cobrança do Difal, e ouviu elogios sobre a condução na pandemia

Fotos: Paulo Santos.

Taguatinga recebeu a visita do governador Ibaneis Rocha na manhã desta quarta-feira (3). O candidato à reeleição pelo MDB visitou lojas da cidade e conversou com comerciantes e a população. Ibaneis também visitou a Feira dos Goianos, onde esteve há pouco mais de um mês e elogiou a força dos quase seis mil feirantes que trabalham no espaço.

"É gostoso caminhar por aqui, o ambiente de feira é saudável. Na eleição passada eu andei muito pelas feiras do DF e tínhamos uma reclamação naquela época que era a cobrança da Difal, que matava os pequenos empresários. Uma das primeiras medidas foi acabar com o imposto que maltratava tanta gente. Colocamos o Banco de Brasília (BRB) à disposição dos comerciantes, tivemos um período triste de pandemia, mas conseguimos superar tudo isso e hoje as lojas estão abertas gerando emprego e renda", afirmou Ibaneis Rocha.

Em três anos e meio, o emedebista tem adotado medidas para estimular o setor produtivo. Em 2019, reduziu o ICMS para empresas atacadistas e isentou algumas operações do pagamento do ICMS. Outra medida implantada naquele ano foi justamente o fim da cobrança do diferencial de alíquota (Difal) sobre o ICMS das empresas optantes do Simples Nacional, mencionada pelo governador.

Nos anos seguintes, foram lançados programas de renegociação de dívidas (Refis) e os pacotes Pró-Economia I e Pró-Economia II, que contribuíram para a melhora do setor. A renegociação de dívidas, por exemplo, vai permitir que o DF receba, em 10 anos, R$ 4,1 bilhões. Os Refis I e Refis II contemplaram mais de 66 mil pessoas físicas e 19,9 mil pessoas jurídicas.

Presidente da Associação do Polo de Modas de Taguatinga, Almir Lopes elogia o apoio dado pela gestão Ibaneis. "Todos sofreram na pele os efeitos da pandemia e o governador tomou iniciativa imediata e saiu na frente [com as restrições]. E saiu na frente também ao abrir o comércio para nós", recorda.

O apoio aos pequenos empreendedores também foi destacado por Almir. "Outros governantes pegavam muito dinheiro e davam para pouca gente, e hoje você [Ibaneis] está distribuindo dinheiro para o microcrédito. Tem gente da nossa feira com acesso a isso. Hoje temos um caixa do BRB na Feira dos Goianos", complementou, antes de pedir a abertura de uma agência do banco local no Pátio da Moda.

Para a feirante Simone Lima, o governo Ibaneis tem atendido os pleitos da categoria, inclusive no que diz respeito às reformas, segurança e acesso gratuito à internet.  "Observando todas as gestões anteriores e comparando com agora vi uma melhoria principalmente na parte em que o feirante necessita desse aconchego em relação à internet, à qualidade de vida e segurança. Todas as vezes que solicitamos algo nessa parte nós temos sido atendidos com êxito", avalia.

Segundo a Novacap, responsável pela reforma de feiras no DF, estão sendo investidos R$ 15 milhões para conservação e reparo de 15 feiras em 9 regiões administrativas(Brazlândia, Ceilândia, Taguatinga, Samambaia, Gama, Guará, Sobradinho, São Sebastião e Planaltina). Já em relação ao acesso de internet grátis, 14 feiras dispõem do serviço.

Setor atacadista agradece trabalho
Responsável pela geração de mais de 20 mil empregos e com mais de 190 empresas associadas, o Sindicato do Comércio Atacadista do Distrito Federal (Sindiatacadista/DF) avalia que a atuação do governador Ibaneis Rocha durante a pandemia foi essencial para não "asfixiar" o setor. É o que afirma o presidente da entidade, Álvaro Silveira Júnior, que acompanhou a visita do governador a Taguatinga.

"O governador teve uma sensibilidade grande, não só com o setor de atacado, mas com todos os segmentos. Ele teve a firmeza de restringir a circulação na hora que precisava e a sensibilidade na hora de soltar as restrições, porque senão teria asfixiado todo o comércio do DF. Talvez ele tenha sido o governador com mais sensibilidade na retomada das atividades econômicas", elogia Álvaro Silveira Júnior.

Postar um comentário

0Comentários
* Respeite este espaço. Comentários ofensivos, propaganda e spam serão removidos.
Postar um comentário (0)
Neoenergia

#buttons=(Aceitar !) #days=(7)

Este website usa cookies para otimizar o acesso. Saiba Mais
Aceitar !