Comper

Deputado Eduardo Pedrosa lança um olhar humano e comprometido com a transformação do DF

Eduardo Pedrosa tem se esforçado bastante para manter uma boa relação com seus eleitores, conhecendo suas necessidades e reivindicações


Eduardo Pedrosa (União Brasil) é natural de Brasília e formado em administração de empresas, foi reeleito para o seu segundo mandato como deputado distrital na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF) - Foto: Emerson Tormann

Eduardo Pedrosa é conhecido por ser um jovem parlamentar que traz uma perspectiva humana e comprometida para a política. Ele foi eleito para a Assembleia Legislativa do Distrito Federal em 2018, com mais de 20 mil votos. Como deputado, ele tem trabalhado em questões como a defesa dos direitos humanos, a promoção da igualdade racial e a garantia do acesso à educação e saúde de qualidade para todos os cidadãos. Ele é considerado um político progressista e tem sido elogiado por sua capacidade de unir diferentes grupos em torno de uma visão comum de transformação do Distrito Federal.

Algumas das leis aprovadas por Eduardo Pedrosa incluem a Lei Nº 6284/2019, que estabelece prêmios iguais para homens e mulheres em competições esportivas no DF, e a Lei Nº 6293/2019, que estabelece prioridade na realização de exames toxicológicos para toda mulher que tenha sido vítima de violência doméstica ou crime contra a liberdade sexual, na rede pública de saúde do Distrito Federal, em que tenha sido drogada ou dopada por seu agressor com substâncias psicotrópicas ou sintéticas sem consentimento .

Em entrevista aos sites Atualidade Política e Blog Olhar Digital o Deputado Eduardo Pedrosa foi questionado sobre a importância dos projetos de lei para a população e como isso pode garantir mais segurança e proteção dos direitos. Ele explicou que apresentou muitos projetos em sua primeira legislatura, mas sempre se preocupou com a qualidade dos mesmos, pois acredita que a quantidade não significa qualidade. Ele citou como exemplo a regulamentação de uma lei que ele criou em 2019, que multa pessoas que passam trote para serviços de emergência e introduz campanhas educativas nas escolas para conscientizar sobre o perigo dos trotes. Ele destacou que os números de trotes recebidos pelos serviços de emergência são alarmantes e atrapalham o atendimento de pessoas que realmente precisam.

Imagem; Reunião Pública Sobre a Violência nas Escolas - Transmissão TV Distrital

No seu discurso na sessão ordinária da CLDF desta terça-feira(18) que discutiu o problema da violência nas escolas, Eduardo Pedrosa enfatizou a importância de um olhar humano sobre a violência nas escolas. Ele mencionou a necessidade de mais efetivo policial nas ruas, mas também destacou a importância de investir em psicólogos para as escolas e em uma interface melhor entre a Secretaria de Educação e a Secretaria de Desenvolvimento Social para cuidar das crianças, dos professores e das famílias. Pedrosa parabenizou o trabalho das forças de segurança, mas enfatizou que um trabalho preventivo mais forte é necessário.

Quanto a projetos futuros, Eduardo Pedrosa mencionou uma alteração na lei para ampliar a idade de participação no programa Jovem Candango, que visa proporcionar qualificação profissional e ajudar jovens a realizar seus sonhos e objetivos, além de ajudar suas famílias. Ele afirmou que é importante trabalhar para que os jovens tenham oportunidades no mercado de trabalho desde cedo.

Veja como foi a entrevista:

Eduardo Pedrosa e os jornalistas Emerson Tormann e Eduardo Magregor em seu gabinete. 

Blog Olhar Digital: Deputado o seu mandato desde o primeiro momento foi regido de transformações por Brasília inteira, tanto por destinações de emendas parlamentares quanto por projetos de leis aprovados. O senhor é um deputado jovem mas tem demonstrado grande maturidade dentro dessa casa, desde o assumir do mandato. Poderia nos relatar um pouquinho sobre quem é o deputado Eduardo Pedrosa após o primeiro mandato?

Primeiro venho agradecer pela oportunidade de estar aqui com vocês e poder sim dizer que o Eduardo Pedrosa é uma pessoa que quer fazer algo que seja bom para a população. Às vezes a gente tem palavras bonitas para falar as coisas mas eu tô muito disposto dia após dia a lutar para transformar o negativo em positivo sempre. Eu tenho muita disposição para trabalhar e nenhuma preguiça, podem acreditar. Sou um parlamentar de domingo a domingo 365 dias por ano.

Eu acho que problemas predizem soluções dentro de qualquer situação. Me importo muito com a nossa comunidade e um dos meus papéis está em ouvindo as pessoas que sofrem com quaisquer problema. Posso garantir aqui que minha luta vem diariamente e a gente com certeza vai trabalhar muito e com mais efetividades. 

Blog Olhar Digital: Deputado, através dos projetos de lei em um estado a população pode se sentir mais segura e até viver melhor com os seus direitos preservados.  O senhor  foi o deputado que mais realizou aprovações de projetos de lei na Câmara Legislativa do Distrito Federal em seu primeiro mandato.  Nesse seu segundo mandato podemos esperar mais surpresas com referência ao seu gabinete no quesito representação de leis. Poderia nos citar um projeto de lei para o ano de 2023?

Em primeiro lugar eu quero assim dizer que a gente apresentou muitos projetos de leis em nossa primeira legislatura. Sempre mantivemos a preocupação com a qualidade dos projetos eu achando sempre que a quantidade não significa qualidade. Acho que é muito importante que a gente tenha leis que sejam efetivas para a população. Tivemos nessa semana passada por exemplo a regulamentação de uma lei que eu fiz no ano de 2019, lei essa que a relação e a relação com a necessidade de que o governo multasse as pessoas que passam trote aos serviços de emergência e introduzis campanhas educativas nas escolas também para mostrar que trote não é brincadeira. Números revelam cerca de 16 mil trotes só para o SAMU no ano de 2022, mais de 60 mil trote para Polícia Militar, essas corporações deixando por sua vez de atender alguém que realmente precisava com tamanha emergência fosse ela para saúde ou segurança. 

Eu agora nesse mandato fiz uma alteração numa lei que muda a idade para atender mais pessoas dentro do programa Jovem Candango. Eu acho que é muito importante a gente trabalhar para que os jovens consigam ter essa relação com o mercado de trabalho.  Qualificação profissional nesses momentos iniciais dos jovens.  Realizando seus sonho, objetivos é realizações de ajuda as suas famílias.

AP - Como é a sua relação com os seus eleitores?  Você realmente conhece seus eleitores?  Sabe quais são as reivindicações deles? Existe uma interface de comunicação do gabinete diretamente com seus eleitores?

Com certeza!  A gente tem focado muito em ter uma interface em cada cidade de relacionamento com a população. Ao longo desses quatro anos, tentei sempre tá presente não ser presente somente durante a eleição. Como muito políticos acabam se apresentando para a sociedade. Mas eu tento sempre estar presente. Fiz um trabalho muito próximo da ponta, talvez por isso a gente tem como fazer muitos projetos, realizar muitas coisas em várias cidades e também tenho tentado buscar essa capilaridade. Eu tive votos na eleição em várias regiões. Então fui a várias regiões ouvir o que as pessoas tinham para dizer. E agora tô tentando trabalhar para atender esses anseios.

Eu não me caracterizo como um deputado de uma única cidade, um deputado que vindo daquela região. Não, pelo contrário, tenho tentado representar todas as pessoas do Distrito Federal. Tento ouvir todas as pessoas aqui de todas as cidades, ou seja, ouvir o máximo de pessoas possível para a gente poder atender os pleitos que a população traz. Então acho que o papel mais importante do político é representar as pessoas. Eu não tenho como te representar se não tiver disposição e não tiver também capacidade para te ouvir.

AP - Qual o seu relacionamento com o partido União Brasil? Você tem boa aceitação dos membros do partido e consegue propor pautas? Qual é sua avaliação diante do descontentamento de alguns políticos que acabaram se desfiliando recentemente?

Eu tenho um bom relacionamento com várias pessoas que trabalham no partido União Brasil, especialmente no âmbito nacional. Eu já conhecia muitas dessas pessoas, desde quando estava no DEM e consegui construir, ao longo do tempo, um bom relacionamento com outras.

Em nível nacional, existem algumas dificuldades ideológicas que levaram a desfiliações em outros estados, mas aqui no Distrito Federal, o partido é extremamente harmônico. O presidente é uma pessoa que respeito muito, admiro muito e se tornou um grande amigo. Ele é alguém que escuta muitas pessoas.

Também fiz vários amigos dentro do partido, tanto na estrutura partidária quanto com quem foi candidato e demais filiados. Essas pessoas têm tentado ajudar a construir um partido forte no Distrito Federal. A minha relação é muito boa, e tive a sorte de encontrar pessoas que têm uma boa sinergia com a forma como trabalhamos. O União Brasil tem sido um partido que sempre me acolheu com muito carinho e sou muito grato por isso. Não posso deixar de citar aqui o relacionamento que temos com a executiva do partido, com o presidente e com todos os membros que se tornaram grandes amigos.
Emerson Tormann

Técnico Industrial em Elétrica e Eletrônica com especialização em Tecnologia da Informação e Comunicação. Editor chefe na Atualidade Política Comunicação e Marketing Digital Ltda. Jornalista e Diagramador - DRT 10580/DF. Sites: https://etormann.tk e https://atualidadepolitica.com.br

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem