Academia brasileira de ciências concede título de comendador a endocrinologista de Brasília

Médico Flavio Cadegiani foi homenageado com a comenda de Mérito Profissional de Ciências Médicas na última sexta-feira (1º/12), na Câmara dos Deputados


Na última sexta-feira (1º/12), o médico endocrinologista de Brasília Flavio Cadegiani foi homenageado com a comenda de Mérito Profissional de Ciências Médicas, concedida pela Academia Brasileira de Ciências, Artes, História e Literatura (Abrasci). Com isso, Cadegiani recebeu o título de comendador, honraria atribuída a cidadãos cujas contribuições culturais e profissionais servem de exemplo ao país.

A Abrasci é uma entidade em atividade desde 1910. A organização pugna pelo reconhecimento e deferimento de méritos e comendas a cidadãos que se destacam no desenvolvimento sociocultural, científico, artístico e histórico do Brasil.

Graduado pela Universidade de Brasília (UnB), Flavio Cadegiani tem título de especialista em endocrinologia e metabolismo pela Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabolismo (SBEM), além de Mestrado e Doutorado (PhD) em Endocrinologia Clínica pela Unifesp. Ele é membro da Abrasci desde 15 de setembro deste ano.

“Acredito que alguns dos trabalhos mais importantes que fiz foram os trabalhos na área da medicina do esporte, onde vimos uma grande progressão no entendimento das adaptações endócrinas e metabólicas no esporte. Tanto que os meus estudos científicos mais citados na literatura são esses”, comenta Flavio.

Ao endocrinologista, a Academia destacou que a condecoração “serve como testemunho material da sua dedicação ao Brasil e do impacto positivo do seu trabalho em prol da sociedade brasileira”.

“É um grande reconhecimento. Receber isso, para mim, é de um significado que não consigo mensurar em palavras”, comemora o pesquisador.

O médico foi agraciado com a comenda em cerimônia no auditório Nereu Ramos, no anexo II da Câmara dos Deputados, em Brasília.

“Eu tinha uma ideia de que iria receber uma comenda, mas não sabia que seria a mesma do Ivo Pitanguy, que é um dos maiores nomes da medicina brasileira. E ainda vem o título de comendador, que é um título bem elevado dentro da academia. É uma grande honra para mim ser homenageado com um título desse”, diz Flavio Cadegiani.

Ivo Pitanguy foi um cirurgião plástico, professor e escritor brasileiro. Muito conhecido pelo sucesso profissional, Pitanguy foi um dos médicos mais celebrados no Brasil e no exterior. Ele faleceu em 2016, aos 93 anos.

A Academia

A Abrasci foi criada em 1910. Naquela época, porém, era apenas a Academia Brasileira de História.

A partir de meados de 1980, tornou-se Academia Brasileira de Arte, Cultura e História. Recentemente, atendendo aos pedidos de membros e conselheiros para expandir os segmentos, a entidade incluiu as cadeiras de Ciências e Literatura.

Desde então, ocuparam a presidência da Abrasci os seguintes nomes: Júlio Elito, Gunter Fischer, Roberto Oropalo e o Professor Michel Chelala, tendo em seu colegiado acadêmico nomes como o psiquiatra e escritor Augusto Cury e o cantor Sergio Reis.


Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem